Quinta-feira, 23 de Setembro de 2010

Africa

O Último Voo do Flamingo

 

Estreou no dia 16 de Setembro, o filme do relizador João Ribeiro, adaptado do romance do, comprovadamente, excelente escritor também moçambicano, Mia Couto, que sempre nos continuou a trazer aquele cheiro a terra vermelha, da terra de onde muitos de nós viemos e que nos está «under the skin», quer queiramos, quer não, é África.

Como qualquer adaptação é natural que João Ribeiro, embora fiel a Mia Couto, que já por si apresenta uma escrita muito detalhada, cinéfila, nos encaminhe para opções próprias, pessoais, a sua interpretação do que lê no misterioso romance, que tão bem retrata a dificuldade, ou não, da vivência do poder local com as velhas tradições de um povo com raízes, estórias, lendas, misticismos, tão belos, como simples.

Cláudia Semedo é uma das principais actrizes deste “voo”, num papel que constituiu um verdadeiro desafio, envergando a personagem de Temporina, uma mulher velha em corpo jovem, que acabou mesmo por a afectar pessoalmente, segundo a própria.

No elenco principal, estão ainda, a brasileira Adriana Alves, nossa conhecida da telenovela "Duas Caras", o italiano Carlo D' Ursi, que se tem que esforçar imenso para falar português no seu papel, o que consegue brilhantemente, pois, Joaquim, o tradutor oficial não sabe línguas, e, Eliot Alex, Gilberto Mendes e Cândida Bila, actores moçambicanos.

Cláudia Semedo, formada na escola de Cascais, além de contar já com inúmeras participações na televisão portuguesa, nos palcos nacionais, em cinema, tinha participado numa “curta”, n’ “O Crime do Padre Amaro” e agora neste “O Último Voo do Flamingo”. 

Estreou no dia 16 de Setembro, o filme do relizador João Ribeiro, adaptado do romance do, comprovadamente, excelente escritor também moçambicano, Mia Couto, que sempre nos continuou a trazer aquele cheiro a terra vermelha, da terra de onde muitos de nós viemos e que nos está «under the skin», quer queiramos, quer não.

Como qualquer adaptação é natural que João Ribeiro, embora fiel a Mia Couto, que já por si apresenta uma escrita muito detalhada, cinéfila, nos encaminhe para opções próprias, pessoais, a sua interpretação do que lê no misterioso romance, que tão bem retrata a dificuldade, ou não, da vivência do poder local com as velhas tradições de um povo com raízes, estórias, lendas, misticismos, tão belos, como simples.

Cláudia Semedo é uma das principais actrizes deste “voo”, num papel que constituiu um verdadeiro desafio, envergando a personagem de Temporina, uma mulher velha em corpo jovem, que acabou mesmo por a afectar pessoalmente, segundo a própria.

No elenco principal, estão ainda, a brasileira Adriana Alves, nossa conhecida da telenovela "Duas Caras", o italiano Carlo D' Ursi, que se tem que esforçar imenso para falar português no seu papel, o que consegue brilhantemente, pois, Joaquim, o tradutor oficial não sabe línguas, e, Eliot Alex, Gilberto Mendes e Cândida Bila, actores moçambicanos.

Cláudia Semedo, formada na escola de Cascais, além de contar já com inúmeras participações na televisão portuguesa, nos palcos nacionais, em cinema, tinha participado numa “curta”, n’ “O Crime do Padre Amaro” e agora neste “O Último Voo do Flamingo”.

 

tou a curtir: Africa.Toto
tags:
publicado por FV às 11:25
| comentar
Sexta-feira, 17 de Setembro de 2010

Heroes

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Enquanto a judoca portuguesa Telma Monteiro, 24 anos, nascida em 27 de Dezembro de 1985, em Almada, ganhava a Medalha de Prata no Mundial de Judo realizado em Tóquio, demonstrando vontade de não parar até receber a de Ouro e o espanhol Rafael Nadal, 24 anos, nascido em 03 de Junho de 1986, se transforma no mais jovem tenista a conquistar os quatro Grand Slam, após vencer pela primeira vez o US Open, em Flushing Meadows, New York, se tornam, na verdadeira acepção das palavras, em jovens heróis, aparece-nos mais uma notícia de uma morte no «desporto» mais estúpido e absurdo, que se pudesse imaginar, se é que ficamos por aqui, o Balconing.

Está à vista o perigo que representa saltar de uma varanda dum quarto de hotel, seja de que altura esteja essa varanda, para uma piscina.

Este Verão, o sexto a morrer em Espanha, foi um italiano de 25 anos, que já ia na varanda dum 7º andar, num hotel em Ibiza, não contando com os ferimentos graves e muito graves com que alguns regressam das férias, os que regressam…

Além da tentativa de saltar sempre de um piso acima, estes “jovens heróis”, com uma média de 20/25 anos, são filmados pelos “fans” (propositadamente escrito desta forma para enfatizar a origem da palavra «fanáticos») e outros concorrentes, com o objectivo se verem na Web, YouTube, redes sociais e sabe-se lá mais o quê… não se sabe é porquê?

Provavelmente, se não lhes venderem ou dificultarem a venda de álcool, o que viria a estragar um “pouco” as receitas do comércio local, reduza em parte esta loucura, já que beber desalmadamente acaba por ser detonador desta paranóica monstruosidade, mas, também, essencialmente, a oferta de novas actividades aliciantes nos destinos de férias procurados por jovens.

Já não chegam as grandes discotecas, os famosos DJ’s e afins, há que acompanhar os tempos e criar novidades, lamentavelmente vivemos no período da “chuinga”, pastilha elástica, o que aparece rapidamente se mastiga e deita fora, menos o que não presta mesmo.

tou a curtir: Heroes.David Bowie / Estes 3 vídeos não estou, por certo.
publicado por FV às 23:45
| comentar
Segunda-feira, 13 de Setembro de 2010

Change The World III

Faltam alimentos para não passarmos fome em 2050 

Será por este motivo que está a começar a acontecer, entre outras coisas, os milionários a repartirem as suas fortunas?

Por exemplo, a Global Crop Diversity Trust, uma parceria público-privada para a manutenção da diversidade biológica das variedades de culturas agrícolas, recebe dinheiro de vários países e de fundações como a Rockefeller ou a de Bill e Melinda Gates.

Não é só coincidência, não pode ser. Tem sido um processo muito longo e árduo, através dos tempos, com algumas manifestações pacifistas, outras não tanto, algum terrorismo, também umas vezes mais violento que outras, conforme o grau de destruição, não que o defenda, nem sempre os objectivos justificam os meios, sendo esse o caso do terrorismo, passando por acções espectaculares com impacto nos media até grandes eventos artísticos, como os festivais musicais que juntam actores, apresentadores, músicos e outras figuras públicas e são transmitidos pela televisão em quase todo o Mund

o, algumas vezes com possibilidade dos espectadores poderem também participar nesses actos de solidariedade via telefone com doações ou chamadas de valor acrescentado.

Entre vários factores, as alterações climáticas que estão a que estamos a assistir a uma velocidade que só muito poucos previam obrigam à pesquisa de novas produções mais adequadas às novas realidades, temperaturas mais altas, clima mais seco.  

É imprescindível adaptar as culturas agrícolas aos tempos que aí vêm.

Outra eventualidade é que em 2050 a estimativa média da população mundial vai ser de nove mil milhões de pessoas e a necessidade de comida vai subir 70% do que no presente, assim sendo, a alternativa será a fome.

 

 

Analgésico com poderes anti-depressivos descoberto na saliva humana 

O nome é “opiorfina”, foi descoberta por uma equipa de investigadores franceses, em 2006, e, foi identificada na saliva humana, produzida pelo próprio organismo.

Os analgésicos produzidos de modo natural pelo organismo são raros, esperando-se que esta descoberta ajude no desenvolvimento de novos fármacos, em mais uma mudança qualitativa no controlo da dor e dos estados de ânimo.

…E o Mundo muda!

tou a curtir: Change the world.Eric Clapton
tags:
publicado por FV às 18:26
| comentar

Change The World II

Os Mais Ricos do Mundo e os Mais Pobres do Mundo

Por falar em mudar o Mundo, não há dúvida, que as surpresas não param de chegar, pois é, vejam só que Bill Gates e “o legendário investidor” Warren Buffett, lançaram um desafio a um grupo de bilionários ou mesmo tri… sabe-se lá, para se organizarem e partilharem 50% das suas fortunas a organizações não governamentais de ajuda e apoio aos mais carenciados no planeta.

Entretanto, Georges Soros que muito já tem doado em auxílio a causas pertinentes, decidiu desta vez, num acto único, sendo a sua maior doação, oferecer 100 milhões de dólares ao Observatório dos Direitos Humanos, considerando algumas condições que por certo esta organização não governamental espalhada pelo Mundo, que assim se poderá expandir ainda mais.

 

 

tou a curtir: Change the world.Eric Clapton
tags:
publicado por FV às 18:22
| comentar

Change The World I

Barack Obama e o 11 de Setembro

Enquanto em New York, no Ground Zero, durante as celebrações de homenagem às vítimas do 11 de Setembro, passados que foram 9 anos sobre esses trágicos acontecimentos, marcaram presença algumas manifestações de desagrado pela provável construção de uma mesquita naquele local e pela proliferação desses edifícios pela «Big Apple», Barack Obama, fazendo eco do já célebre lema lançado no seu discurso em Nashua, New Hampshire (2008) “YES WE CAN”, referindo-se à mudança a vários níveis, neste caso concreto, a mudar mentalidades, foi peremptório nas suas declarações na cerimónia do passado dia 11, homenageando as vítimas do ataque ao Pentágono, em Washington, deixando bem claro, que os Estados Unidos não estavam em guerra com o Islão, que não tinha sido uma religião que atacou aquele país no dia 11 de Setembro e afirmou “Foi a Al-Qaeda”, o que nunca tinha sido tão aberta e firmemente afirmado por um alto signatário americano, mais sendo o próprio Presidente.

Os EUA sempre defenderam o direito à liberdade religiosa, a diversidade e a tolerância, e, condenaram o extremismo, garantiu Barack Obama, prosseguindo com essa política.

Apesar de declarar, uma vez mais, que nunca concederá a vitória, na luta contra o terrorismo, referiu ainda, que para tal a América não sacrificará as liberdades que tanto preza, não se esconderá atrás de muros de suspeição ou desconfiança e não cederá ao ódio, assim como à intolerância.

Esta conversa é um pouco diferente da que ouvíamos antes, ou, é só impressão que o Mundo está mesmo a mudar?

tou a curtir: Yes We Can
tags:
publicado por FV às 17:55
| comentar
Sábado, 11 de Setembro de 2010

11 de SETEMBRO - 9 ANOS

Às 13H46 de hoje assinalam-se nove anos que o primeiro de dois aviões desviados por terroristas voou contra uma das torres gémeas de New York.

Nada mais foi como antes.

 

Aproximadamente 2 750 vítimas e imagens de que só se tinham imaginado ou visto no cinema.

Um grupo de terroristas tomou de assalto quatro aviões comerciais, enviamdo-os contra duas torres do World Trade Center, destruindo-as completamente, assim como, contra o Pentágono.

O quarto, por acção heróica dos seus passageiros, foi despenhar-se em Somerset County, na Pensilvânia, tendo ficado a idéia de que o seu alvo seria também o Capitólio, ou, outro edifício de estado de elevada importância em Washington.

tou a curtir: Gilberto Gil canta Imagine.John Lennon
tags:
publicado por FV às 11:41
| comentar
Quarta-feira, 8 de Setembro de 2010

The Show Must Go On

Tomás Alves, um dos nomeados para melhor actor de cinema nos Globos de Ouro de 2010, corre de vampiro para réptil, passando pela música, em grande actividade, nas várias vertentes da Arte a que se decidiu dedicar, e, sempre de forma afirmativa.

Além de participar na série "Lua Vermelha" da SIC, como Victor, um dos vampiros maus da história, vai agora apresentar-se com a sua banda Katharsis (conheça esta banda clicando no link aqui ao lado) no V Encontro Alternativas em Sintra (17 a 19 Setembro 2010, clique no link respectivo), dia 18 deste mês pelas 21H30.

Mas há mais, vejam só, vai entrar em cena de 24 de Setembro a 3 de Outubro no Teatro Mirita Casimiro, no Monte Estoril, com a peça "Répteis", ele e outros jovens actores portugueses a quem temos que acarinhar e dar muita força.

Vamos todos ao TEATRO!

 

Publicado: Cyberjornal, o seu jornal online

"Répteis no Mirita Casimiro

 De 24 de Setembro a 3 de Outubro, no Teatro Municipal Mirita Casimiro,  Monte Estoril, estreia a peça Répteis de Miguel Graça, que conta com alguns dos mais talentosos jovens actores portugueses.

Répteis, a terceira peça de Miguel Graça, que assina também pela primeira vez a encenação, conta a história de uma jovem companhia de actores que, no primeiro dia de trabalho, descobre que o autor/ encenador decidiu escrever uma nova peça durante o período de ensaios, recusando-se a fazer a que estava programada. Num ambiente já adverso, sem dinheiro, a jovem companhia vai tentar montar um espectáculo ao mesmo tempo que tentará também resolver os problemas pessoais que existem dentro dela. Se o teatro dentro do teatro está já presente no enredo, mais ainda estará se considerarmos que Répteis está a ser, efectivamente, escrita em ensaios neste momento, uma opção que o autor só diz ser possível graça a uma grande empatia com os actores e uma necessidade de mostrar o teatro como o resultado de um esforço colectivo que se constrói diariamente. O trabalho em conjunto está a ser realizado com um jovem grupo de talentosos actores: Joana Castro, Luís Lobão, Pedro Caeiro (vencedor do prémio Actor Revelação da Ficção Nacional TVI em 2008), Tomás Alves (nomeação para melhor actor de cinema nos Globos de Ouro de 2010) e o estreante Renato Pino. Répteis tem estreia marcada para dia 24 de Setembro no Teatro Municipal Mirita Casimiro, no Estoril, num acolhimento do Teatro Experimental de Cascais e ficará em cena todos os dias até 3 de Outubro, sempre 21H30."

tou a curtir: The show must go on.Queen & Elton John
tags:
publicado por FV às 03:58
| comentar

mais sobre mim

posts publicados

We Want To Be Free

DIA MUNDIAL DA MÚSICA

THANKS R.E.M.

OS RICOS E A CRISE

EXCLUSIVO DA VIDA

ISTO ERA PARA SER UMA PEQ...

NO FIO DA NAVALHA

MONÁRQUICO – AQUI E AGORA

GÉNIO A ZURRAR LONGE DURA...

SWEET ILLUSION

arquivo

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

comentários recentes

Esta auto-biografia pode ser a minha...faço copy p...
Gostei muito do seu texto e tomei a liberdade de o...

mais comentados

links

Os Meus Bloguios

Divulga também a tua página
planeta de artes e comunicação

Divulga também a tua página

as minhas fotos

pesquisar

 

subscrever feeds

grato pela visita


web site counter

tags

11set

2011

27

basta

bill

blues

boasfestas

burke

claudia

coroa

dirty

doce

enterrodoentrudo

era

exclusivo

felicidade

fiodanavalha

fome

francisco

free

garymoore

génio

interludio

knock

lennon

letras

mãe

música

nirvana

obama

pobre

polemicos

rem

ricoscrise

seres

show

vergonha

woman

todas as tags

(O direito de autor é reconhecido independentemente de registo, depósito ou qualquer outra formalidade artigo 12.º do CDADC. Lei 16/08 de 1/4) (A registar no Ministério da Cultura - Inspecção - Geral das Actividades Culturais I.G.A.C. - Processo n.º 2079/09)