Quarta-feira, 17 de Agosto de 2011

EXCLUSIVO DA VIDA

Há quem pense arduamente que tem o exclusivo da vida, assim como se fosse uma marca de moda, de preferência cara, com roupa, sapatos, malas, perfumes e todos os acessórios incluídos.

Conforme os anos vão passando, como qualquer pessoa, no percurso vão aparecendo escolhos, para uns mais terríveis que para outros, agruras de toda e qualquer espécie, que nos vão moldando a personalidade, que vem sendo formada já de há muito… não cabe aqui o debate se é ou não já uma questão genética e depois com interferência ambiental, ou seja, o que for, não se trata disso.

Pura e simplesmente, e, creio que isso é pacífico que sim a personalidade é transformada ao longo da vida, marcada pelos acontecimentos bons, menos bons, péssimos e menos maus, no fundo por tudo o que nos vai acontecendo, por vezes por situações de que nem damos conta.

A capacidade de sofrimento ou de viver a felicidade de cada um não é igual e essa é uma das belezas do ser humano, não sermos todos iguais.

O fato de sofrermos mais intensamente ou mais vezes, ou, de termos sido felizes da mesma forma, não nos dá o direito de nos considerarmos superiores aos outros, os sofrimentos não se medem… aos palmos, tal como a felicidade.

Há gente que passa a chamar a si uma exclusividade da vida, como se fossem seres especiais, perdendo e confundindo o que é humildade, passando a viver como se o mundo girasse só à sua volta, esquecendo que há outros que também sofreram, sofrem e podem vir a sofrer, ou, foram felizes, são felizes ou poderão a ser felizes.

Isto não permite qualquer sobranceria e falta de respeito em relação aos outros… os outros, enfim, os tais outros que também levam o seu quinhão de felicidade e sofrimento, que estão em pé de igualdade, não são ‘uns quaisquer’ que sabem lá o valor da vida…

Tudo… a todos pode acontecer.

Isto é a vida e não dá exclusividade a ninguém.

Como é possível viver a medir e comparar constantemente a dor, o sofrimento, a tristeza ou a felicidade, ou, até a inteligência e a capacidade de amar e de ser amado?

“Não são as espécies mais fortes nem
As mais inteligentes que sobrevivem,
Mas sim aquelas que melhor
Respondem às mudanças”
Charles Darwin

Estas pessoas que pensam ter o exclusivo do sofrimento chegam a duvidar de que algo de bom lhes possa acontecer, colocam tudo em questão, já não acreditam em nada, nem se apercebem do que podem provocar à sua volta, mas a vida é feita de altos e baixos, por isso também os que pensam ter o exclusivo da felicidade estejam atentos porque podem ser surpreendidos.

Sobrepõe-se a falta de noção do absurdo, o oito e o oitenta, a mania da perseguição, acham que nada nem ninguém quer saber, nem se pode estar a preocupar com eles, porque isso é impossível, isso é o seu papel… isso e tomar decisões também pelos outros que são uns pobres de espírito!

Tudo o que leem, veem e ouvem lhes diz respeito a eles, até os acontecimentos mais vagos, mais longínquos, tal é a certeza de que são o centro do universo, que nada, nem ninguém mais tem uma existência tão marcada como eles os detentores do ‘exclusivo’.

Viver a vida é isso mesmo, amar, recordar, ser feliz, sofrer, tentando sempre estar bem, não ser fatalista, lutar por dias melhores, acreditar que é possível concretizar o que sonhamos de bom para nós!

Olhar em redor, ver os outros, estar com os outros, deixar-nos ir com a vontade da Natureza, respirar fundo, tentar aliviar o sofrimento com que temos que lidar, não importa se é muito ou pouco, saber conviver com a felicidade que pode ser mesmo tão ou mais difícil…

Nada, nem ninguém tem o exclusivo da vida!

Vivam-na o melhor que puderem, mas façam-no!


sinto-me: exclusivo!
tou a curtir: It's My Life.Bon Jovi
tags:
publicado por FV às 18:02
| comentar

mais sobre mim

posts publicados

We Want To Be Free

DIA MUNDIAL DA MÚSICA

THANKS R.E.M.

OS RICOS E A CRISE

EXCLUSIVO DA VIDA

ISTO ERA PARA SER UMA PEQ...

NO FIO DA NAVALHA

MONÁRQUICO – AQUI E AGORA

GÉNIO A ZURRAR LONGE DURA...

SWEET ILLUSION

arquivo

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

comentários recentes

Esta auto-biografia pode ser a minha...faço copy p...
Gostei muito do seu texto e tomei a liberdade de o...

mais comentados

links

Os Meus Bloguios

Divulga também a tua página
planeta de artes e comunicação

Divulga também a tua página

as minhas fotos

pesquisar

 

subscrever feeds

grato pela visita


web site counter

tags

11set

2011

27

basta

bill

blues

boasfestas

burke

claudia

coroa

dirty

doce

enterrodoentrudo

era

exclusivo

felicidade

fiodanavalha

fome

francisco

free

garymoore

génio

interludio

knock

lennon

letras

mãe

música

nirvana

obama

pobre

polemicos

rem

ricoscrise

seres

show

vergonha

woman

todas as tags

(O direito de autor é reconhecido independentemente de registo, depósito ou qualquer outra formalidade artigo 12.º do CDADC. Lei 16/08 de 1/4) (A registar no Ministério da Cultura - Inspecção - Geral das Actividades Culturais I.G.A.C. - Processo n.º 2079/09)